cmc-356.png

CMC 356

​Essa é a sua página Sobre. É um ótimo espaço para contar quem você é, o que você faz e o que seu site tem a oferecer. Clique duas vezes na caixa de texto para começar a editar seu conteúdo e certifique-se de adicionar tudo o que achar relevante.

Teste hexafásico eficiente de relés e mais

O CMC 356 é a solução universal para testar todas as gerações e tipos de relés de proteção. Suas eficientes fontes com seis canais de correntes (modo trifásico: até 64 A/860 VA por canal), com um grande range dinâmico, tornam o equipamento capaz de testar até mesmo relés eletromecânicos de alta carga com demanda muito alta de energia.

O CMC 356 é o preferido para aplicações que exigem a mais alta versatilidade, amplitude e potência. Engenheiros de comissionamento irão gostar, principalmente, de sua capacidade de executar verificações de conexão e da possibilidade de utilização de TCs, usando injeção primária de altas correntes a partir do equipamento de teste.

Principais recursos

  • Fontes de corrente eficientes para testar até mesmo relés eletromecânicos de alta carga

  • Altas amplitudes de corrente para teste de relé de 5 A

  • Alta exatidão e versatilidade para testar relés estáticos e numéricos de todos os tipos

  • Rede integrada para testar IEDs IEC 61850

  • Funcionalidade de gravação de transitórios e medição analógica de 10 canais (opcional)

Opção de hardware ELT-1 (EnerLyzer e transdutor)

  • permite transformar as 10 entradas binárias em entradas de medição analógica multifuncionais AC e DC . Em conjunto com o módulo de software EnerLyzer, essa função permite usar o CMC 356 como um gravador de transitórios de tensão e corrente de 10 canais, ou como equipamento de medição para amplitude de sinais elétricos, fase, frequência, potência (S, O, Q), harmônicos, gravador de tendências etc.

  • Adiciona entradas de medição DC (0... 10 V / 0 ... 20 mA) ao equipamento de teste CMC 356. As entradas de medição DC podem ser usadas para teste de transdutores de medição.

Opção de hardware LLO-2

Essa opção adiciona seis saídas de baixo nível (Low Level Outputs) ao CMC 356. O valor total dos geradores, que pode ser controlado pelo equipamento de teste, é estendido de 16 para 22. As saídas de baixo nível podem ser usadas para testar diretamente os relés com saídas de baixo nível ou podem ser usadas para controlar os amplificadores externos adicionais como o CMS 356.

As saídas de baixo nível podem simular sinais de TCs e TPs não convencionais com interfaces de baixo nível. Os sinais da bobina de Rogowski podem ser simulados não apenas em regime permanente, mas também em transientes.